09/05/2010

QUEM É VOCÊ?


Quem é você?

Quem é você,
que mesmo triste está sorrindo,
que feliz está chorando,
que tem sempre uma palavra de consolo
nos momentos de desespero e de dor?

Quem é você,
que reparte muitas vezes o que não tem,
que diz sim quando deveria ser um não,
que faz com que todos sejam felizes sem razão
e que se diz com toda razão para tanto amor?

Quem é você,
que segura em minha mão
e diz que está comigo aconteça o que acontecer,
que nenhum mal quer me atinja,
que o meu bem é o seu bem?

Quem é você,
que na penumbra do quarto chora baixinho
porque estou doente e posso não sarar,
mas que ao mesmo tempo crê que Deus
não deixará de atender às suas preces?

Quem é você,
que senta ao meu lado para dizer palavras severas 
para me mostrar o melhor caminho,
que se pudesse me carregava no colo
para que meus pés não se ferissem?

Quem é você,
que quando soube que eu estava dentro de você,
ficou feliz e não me abortou,
que quando eu saí de você
deu-me seu leite
e me chamou: "Minha filha!"?

Você só pode ser uma pessoa: MÃE!

Ana Maria Pupato

Parabéns a todas que são mães, filhas, tias, avós, enfim, mulheres que amam seus seres!
E aquelas que sentem a saudade da perda de seus seres, amem ainda mais porque eles sentem esse grande amor.
Maria sentiu a dor da perda de seu filho e continuou na lida do bem.
Que a nossa Mãezinha envolva a todos em muita paz, inclusive a criadora desse papel, que partiu o ano passado sem ver seu netinho nascer.
Beijos mil!!!! 
   






2 comentários:

Jorge Sader Filho disse...

Maria Pupato, você acertou em tudo. No blog bem cuidado, na doce homenagem à mãe, no seu trabalho de construir algo que não é só seu, mas dos seus leitores.
Uma bela mulher, sem dúvida.

Carinho
Jorge

Brasigrega disse...

Você possui o dom de domar as palavras transformando-as em docura...
Parabéns pelo espaço,
Marineide